RevistasEditoriaisEventosCompre a suaEnvie seu textoPerguntas frequentesContato

 

Orientação Editorial e Normas para publicação na
RABISCO – Revista de Psicanálise

 

I- Linha editorial
A Rabisco Revista de Psicanálise - é uma publicação independente, lançada no primeiro semestre de 2011. Tem o objetivo de divulgar a obra de Winnicott, dos demais integrantes do Midlle Group e dos autores Brasileiros e Latino-Americanos que desenvolvem pensamentos e propostas originais a partir destas contribuições. Ou seja, a linha editorial da Rabisco se caracteriza por valorizar o interjogo entre tradição e originalidade, visando  sempre a vitalidade e a transformação da psicanálise sustentada pelo zelo ao resgate histórico.

 

 

II - Informações gerais

A Revista Rabisco, na maior parte de suas edições, apresentará um tema central, e os artigos incluídos serão desenvolvimentos em torno deste tema. No entanto, a Rabisco é composta também por uma Seção intitulada Gesto Espontâneo, reservada para inclusão de artigos pertinentes ao estilo da Revista, mas que não sejam, necessariamente, desenvolvimentos do tema central daquele volume e até mesmo ensaios.


A Rabisco possui, além dos artigos, uma Seção História. Nesta seção, materiais como cartas, fotografias e registros informais de comunicações com valor histórico serão publicados com o objetivo de divulgar e valorizar o que já pode ser considerada uma tradição winnicottiana no Brasil e na América Latina.

 

A Comissão Editorial se reserva o direito de, mediante o conhecimento de trabalhos que estejam de acordo com a linha editorial e com o tema específico do próximo volume ou número, tomar a iniciativa de convidar determinado autor a publicar seu artigo na Rabisco.


O envio de trabalhos, para publicação na Revista Rabisco, pressupõe o conhecimento prévio e a aceitação, por parte do articulista, das normas abaixo:

 

1. Requisitos:


O artigo não pode infringir nenhuma norma ética e todos os esforços devem ser feitos de modo a proteger a identidade dos pacientes mencionados em relatos clínicos;

O artigo deve respeitar as normas gerais que regem os direitos do autor;
O autor deve estar ciente que ao publicar o artigo na Rabisco Revista de Psicanálise ele está transferindo automaticamente os direitos autorais para esta, no formato (suporte físico: cd, áudio, vídeo, internet, etc.) em que venha a ser publicada, salvo as exceções previstas pela lei;

Os conceitos emitidos serão da inteira responsabilidade do autor;

O artigo não deve ser encaminhado simultaneamente para outra publicação sem o conhecimento explícito e a confirmação por escrito da Comissão Editorial. A Rabisco não colocará obstáculos à divulgação do artigo em outra publicação, desde que informada previamente. Quaisquer violações dessas regras que impliquem em ações legais serão de responsabilidade exclusiva do autor.


2. Apresentação dos manuscritos:

2.1. Forma de apresentação para submissão do manuscrito:

O artigo deverá conter no máximo 20.000 caracteres (com espaço). Será enviado como material anexo para envieseutexto@revistarabisco.com.br, digitado em processador de texto Word ou BRoffice, letra Time News Roman 12, espaço 1,5,  aos cuidados da Comissão Editorial.


No corpo do e-mail deverá constar a mensagem abaixo enviada pelo autor:
------------------------------------------------------------------------------
A Comissão Editorial da Rabisco Revista de Psicanálise


Envio anexo artigo chamado “(nome do artigo)” de minha autoria para apreciação e avaliação para fins de publicação junto a esta revista. Declaro ter lido na íntegra as Normas para Publicação na Rabisco constantes no site www.revistarabisco.com.br, bem como estou plenamente de acordo com elas.


Nome completo do(s) autor(es) com respectivo RG ou Registro Profissional

-------------------------------------------------------------------------------

2.2. Folha de rosto identificada, contendo:

Título do artigo em português, incluindo nota de rodapé (*) com informações sobre origem do trabalho (apresentação em evento, derivado de dissertação ou tese) e outras eticamente necessárias.
Nome completo do autor (apresentado no canto direito, logo abaixo do título), incluindo nota de rodapé (**) com dados de filiação institucional, créditos acadêmicos e profissionais.
Nome e endereço completo do autor (telefone e endereço eletrônico).

2.3. Folha de rosto sem identificação:

Contendo apenas o título do trabalho.

2.4. Resumo e Abstract:

O resumo do artigo deverá conter no máximo 10 linhas, assim como o abstract (versão em inglês do resumo).

2.5.Palavras-chave e Keywords:

No máximo 5, assim como as keywords (versão em inglês das palavras-chave).

2.6. Padrões gráficos:

Palavras estrangeiras: em itálico, sem aspas.

Títulos de artigos e títulos de livros mencionados no texto: fonte tipo normal, com aspas.

 

3. Avaliação:

Todo artigo entregue para publicação será submetido à apreciação da Comissão Editorial juntamente com o Conselho Editorial. A Comissão retira o nome do autor do trabalho antes de submetê-lo ao Conselho Editorial, mantendo-se em sigilo o nome do articulista durante todo o processo de apreciação dos mesmos. O Conselho Editorial poderá aceitar o original, recusá-lo ou reapresentá-lo ao articulista com sugestões para alterações de forma e/ou conteúdo, com a finalidade de alcançar coerência, clareza, fluidez e correção ortográfica ou gramatical do texto, ou para adequá-lo às normas de publicação e de diagramação da Rabisco, particularmente no que se refere à forma das citações bibliográficas.

O artigo aceito poderá não ser publicado de imediato. A decisão final quanto à data de sua publicação dependerá do número de artigos aprovados e do programa editorial estabelecido.
O artigo que não for publicado num período de seis meses, a partir da data de sua aprovação, fica liberado, para que o autor possa enviá-lo a uma outra publicação.
O autor deve guardar consigo uma cópia do seu artigo, pois a Rabisco não se responsabilizará pela devolução do artigo em caso de não publicação.

 

4. Texto:

4.1. Citações no texto

4.1.1. Citação de autores no texto

Devem ser apresentadas pelo sobrenome do(s) autor(es) seguido(s) do ano da publicação. Ex.: Macedo e Fontes (2010) ou (Macedo & Fontes, 2010).

4.1.1.1. No caso de citações com mais autores, a primeira vez que aparecem no texto são citados todos; nas citações seguintes cita-se o sobrenome do primeiro autor seguido da expressão latina “et al.”.

Exemplos:
Na primeira vez que os autores aparecem no texto,

Braga, Guimarães, Ortiz, Silva e Marques, 2011 ou (Braga, Guimarães, Ortiz, Silva & Marques, 2011).

Ávila, Moraes e Meyer (2009) ou (Ávila, Moraes & Meyer, 2009).

Nas citações seguintes,

Braga et al. (2011) ou (Braga et al., 2011).

Ávila et al. (2009) ou (Ávila et al., 2009).

Obs.: Na lista final de referências todos os nomes dos autores deverão ser citados.

4.1.1.2. Documentos cujo autor é uma entidade coletiva devem ser citados pelo nome da entidade por extenso, seguido do ano da publicação. Ex.: American Psychological Association (2001) ou (American Psychological Association, 2001).


4.1.2. Citação obtida através de canais informais (aula, conferência, comunicação pessoal, correio eletrônico etc.) Acrescentar a informação entre parênteses após a citação. Ex.: (Informação verbal, 24 de outubro de 2010).


4.1.3. Citação de obras antigas e reeditadas

Citar a data da publicação original seguida da data da edição consultada. Ex.: Freud (1898/1976) ou (Freud, 1898/1976).


4.1.4. Citação textual

No caso de transcrição literal de um texto, esta deve ser delimitada por aspas duplas, seguidas do sobrenome do autor, data e página citada. No caso de citação de trecho com 40 ou mais palavras, esta deve ser apresentada em parágrafo próprio sem aspas duplas, iniciando com a linha avançada e terminando com a margem sem recuo. Toda a citação vai em fonte menor.

Obs.: Na citação de depoimento ou transcrição de entrevista, as falas devem ser apresentadas em itálico, e sua forma de apresentação deve seguir a orientação apontada acima (citação textual).


4.1.5. Citação indireta

Na citação indireta, ou seja, aquela cuja idéia é extraída de outra fonte, utilizar a expressão “citado por”. Ex.: Para Ribas (1990) citado por Braga (1998) ou Para Ribas (1990, citado por Braga, 1998).

Obs.: Nas referências mencionar apenas as obras consultadas, no caso acima: (Braga, 1998).
4.2. Notas de rodapé

As notas de rodapé devem ser evitadas sempre que possível; no entanto, quando apontadas no corpo do texto devem ser indicadas com números arábicos sequenciais, imediatamente depois da frase a que digam respeito. As notas devem ser apresentadas no rodapé da mesma página. Os autores mencionados nas citações devem ser apresentados nas referências, não em nota de rodapé.

4.3. Referências

Devem ser apresentadas no final do artigo. Sua disposição deve ser em ordem alfabética do último sobrenome do autor e constituir uma lista encabeçada pelo título Referências. No caso de mais de uma obra de um mesmo autor, as referências deverão ser dispostas em ordem cronológica de publicação.

4.3.1. Transcrição dos elementos

4.3.1.1. Autor

Indica(m)-se o(s) autor(es) pelo último sobrenome, em letras minúsculas (inicial maiúscula apenas na primeira letra do sobrenome), seguido(s) do(s) prenome(s) abreviado(s).
4.3.1.2. Títulos

Os títulos e subtítulos devem ser separados por dois pontos.

4.3.13. Local de publicação

O nome do local (cidade de publicação) deve ser indicado conforme figura no documento.
Quando o local não for identificado, utilizar a expressão [s.l]

4.3.1.4.Editora
Indicar tal como figura no documento, abreviando-se os prenomes. Suprimir as palavras que designam a natureza jurídica ou comercial. Quando a editora não é identificada, utilizar a expressão [s.n]

4.3.2. Ex. de referências

Aulagnier, P. (1978). La violence de l’interpretation. Paris: PUF.

Spillius, E. B. (Org.). (1990). Melanie Klein hoje, desenvolvimentos da teoria e da técnica. Vol. 2: Artigos predominantemente técnicos. Rio de Janeiro: Imago.

Klein, M. (1962). Amor, culpa e reparação. In M. Klein & J. Riviere, Vida emocional dos civilizados (pp. 57-113). Rio de Janeiro: Zahar.

Freud, S. (1977). Histeria. In S. Freud, Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (J. Salomão, trad., Vol. 1, pp.77-102). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1888).


4.4. Imagens e ilustrações

Na apresentação de imagens como fotografias, desenhos e gráficos (estritamente necessários à clareza do texto) assinalar, no texto, pelo seu número de ordem, os locais onde deverão ser intercalados. Apresentar imagens de boa qualidade, de fotografias, gráficos ou desenhos, com tamanho máximo de 100x150mm. As imagens originais devem ser enviadas separadas do artigo, ainda que estejam no artigo original. Se as imagens enviadas já tiverem sido publicadas, mencionar a fonte e a permissão para reprodução.

Porfim, casos não previstos nestas normas terão avaliação e deliberação por parte da Comissão Editorial da RABISCO Revista de Psicanálise.

RABISCO Revista de Psicanálise ©2011 - Todos direitos reservados Porto Alegre - RS - Brasil